Aulas na zona rural de Araguaína devem retornar na próxima semana

O retorno será na modalidade semipresencial; as turmas serão divididas e revezarão nas aulas presenciais a cada semana. O retorno das atividades em todo o município está programado para agosto.

Publicado em: 11 de Julho de 2020
Foto Por: Marcos Sandes/Prefeitura de Araguaína
Autor: G1 Tocantins
Fonte: G1 Tocantins
Aulas na zona rural serão retomadas a partir de segunda-feira (13)

 As aulas nas escolas da zona rural de Araguaína serão retomadas na próxima segunda-feira (13). De acordo com a prefeitura, o retorno será na modalidade semipresencial. Isso significa que os alunos serão divididos em duas turmas, que se revezarão nas aulas presenciais a cada semana. Esse é o primeiro passo para o retorno das atividades em todo o município, que está programado para agosto.

 

Araguaína é o primeiro município a anunciar o retorno das aulas, de forma escalonada. A cidade é a que tem o maior número de casos de Covid-19 no Tocantins. Segundo o boletim divulgado pela Secretaria Estadual da Saúde, o município tinha 4.693 casos e 67 mortes ocasionados pelo novo coronavírus até esta quinta-feira (9).

 

A medida da prefeitura de Araguaína difere do decreto estabelecido pelo governo do estado. As aulas presenciais na rede estadual devem voltar a partir do dia 3 de agosto, começando por metade das turmas da 3ª série do ensino médio. (Veja abaixo o cronograma)

 

Os alunos de Araguaína usarão um material especial que foi elaborado para atividades em casa. Ao todo, são 495 alunos nas 13 escolas da zona rural.

 

“Na primeira semana uma metade e na semana seguinte é a vez da outra metade, os que ficarem em casa terão tarefas impressas para responder”, explicou o superintendente da Educação, Railon Borges.

 

O superintendente ainda relatou que o sistema garante a continuidade do trabalho do professor na grade curricular. “Sempre que uma turma retornar à aula presencial, haverá revisão e em seguida o professor já passará ao conteúdo novo, dessa forma o ritmo não é prejudicado”, disse.

 

O secretário municipal da educação José da Guia explicou que todas as medidas sanitárias estão sendo tomadas para reduzir os riscos de contágio da Covid-19. “Todos os funcionários estão sendo testados para covid-19, entre professores, auxiliares de serviços gerais, motoristas, merendeiras e vigilantes”, afirmou.

 

Além disso, segundo o município, as escolas seguirão o protocolo de segurança criado para o referido retorno, com distanciamento de 1,5 m entre as carteiras, uso de máscara por todos, não haverá recreio e os transportes serão desinfectados antes e após a cada embarque de alunos.

 

Decreto estadual

Na rede estadual, o governo do Tocantins estabeleceu um cronograma, mas o retorno das aulas de forma presencial está programado para o dia 3 de agosto.

 

Os estudantes da 3ª série do ensino médio em todo o Tocantins voltaram a estudar no dia 29 de junho, com aulas virtuais. Eles vão continuar com atividades remotas até o dia 31 de julho.

 

Conforme o calendário proposto, metade dos alunos destas turmas volta no dia 3 de agosto para as salas de aula e a outra metade fica em casa. Na semana seguinte, a partir de 10 de agosto, os alunos revezam.

 

Já no dia 17, conforme o cronograma, 50% dos estudantes da 1ª e 2ª séries do ensino médio voltariam a estudar. Já no dia 24, voltaria a outra parte dos alunos matriculados nessas séries.

 

No dia 31 de agosto, 50% dos alunos do ensino fundamental voltariam a ter aulas presenciais. Os demais voltariam no dia 9 de setembro.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.