Cães com sintomas de calazar são abandonados em lotes baldios em Gurupi; Veja o vídeo

Um dos animais doentes foi deixado dentro de matagal. Morador disse que ligou no Centro de Controle de Zoonoses, mas Prefeitura não providenciou capturas.

Publicado em: 28 de Julho de 2020
Foto Por: Reprodução/TV Anhanguera
Autor: G1 Tocantins.
Fonte: G1 Tocantins.
Animais doentes estão em lotes baldios em Gurupi

Dois cães foram abandonados em lotes baldios do setor Valdir Lins, em Gurupi, na região sul do estado. Imagens feitas no local mostram que os bichos estão desnutridos e, segundo o morador que denunciou o caso, os animais têm sintomas de leishmaniose, doença popularmente conhecida como calazar. Um dos bichos aparece quase imóvel dentro de um matagal. 

 

Jarlan conta que a situação é preocupante já que os animais estão no local há vários dias e a Prefeitura da cidade não foi ao local para fazer o recolhimento ou providenciar exames que detectam a doença.

 

"Liguei no CCZ [Centro de Controle de Zoonoses], o pessoal também ligou várias vezes e eles dizem que não tem como vir. Muito menos a população aqui. Não tem como levar", conta.

 

Com medo, o homem diz que a situação é preocupante e pede uma providência dos órgãos de saúde. "Prefeitura, não é só Covid que mata. Leishmaniose também. Olha a situação do cachorro. Como ele está", reclamou.

 

Gurupi tem cerca de 11 mil animais domésticos. Neste ano foram feitos exames em 1,8 de calazar. Cerca de 400 cães testaram positivo.

 

O que diz a Prefeitura de Gurupi

 

Em nota a Prefeitura de Gurupi, por meio do Centro de Controle de Zoonoses, disse que o veículo que faz o recolhimento dos animais doentes está com problemas mecânicos, mas que nesta segunda-feira (27) uma equipe deve ir ao endereço informado para capturar os cães.

 

O CCZ recomenda que os moradores deixem sempre os quintais limpos para evitar a proliferação do mosquito palha, que transmite a doença. Ele é atraído pelo lixo orgânico.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.