Casos suspeitos de Covid-19 também serão testados por drive thru em Gurupi

Objetivo é diminuir filas e evitar aglomerações na UPA e no Centro de Triagem da cidade. Inicialmente, testes serão em duas das barreiras sanitárias do município.

Publicado em: 08 de Agosto de 2020
Foto Por: Reprodução/TV Anhanguera
Autor: G1 Tocantins
Fonte: G1 Tocantins
Objetivo é evitar aglomeração no Centro de triagem e na UPA

A Prefeitura de Gurupi informou que casos suspeitos de coronavírus poderão ser testados também pelo sistema drive thru a partir desta sexta-feira (7).

 

Os pacientes vão receber atendimento normalmente nas unidades de saúde e realizar os exames dentro dos próprios carros apenas após encaminhamento dos médicos.

 

O objetivo da mudança é evitar filas e aglomerações na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) e no Centro de Triagem na cidade.

 

Os testes, inicialmente, serão feitos em duas barreiras sanitárias, na Rua 7 e na Rua 20. Dependendo da aceitação popular, os testes podem ser ofertados também em outras duas barreiras, na Avenida Goiás e na Saída para Peixe.

 

Os exames serão feitos em dois horários: entre 9h e 10h e das 15h às 16h, de segunda a sábado. As amostras coletadas serão para testes rápidos e tipo swab. Até esta quinta-feira (6), Gurupi registrou 1.383 casos e 12 mortes pela doença e é a terceira cidade mais afetada pela pandemia no Tocantins.

 

Outra mudança realizada é a divisão da recepção na UPA. Os casos suspeitos de coronavírus serão atendidos em um ambiente separado dos demais pacientes. A Secretaria Municipal de Saúde informou que fez a compra de seis respiradores mecânicos, mas ainda precisa adquirir outros equipamentos para que eles possam ser instalados e utilizados. A nova compra, segundo a prefeitura, está em andamento. Não foi divulgado um prazo para que os novos respiradores entrem em uso.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.