Chacareiro recebe multa de R$ 1 mil após colocar fogo em lixo e fogo se espalhar por pasto

Guarda Metropolitana de Palamas foi até a propriedade rural após denúncias de vizinhos. chamas destruíram cerca de um hectare antes de serem controladas.

Publicado em: 28 de Julho de 2020
Foto Por: Elisangela Farias/G1 TO
Autor: G1 Tocantins
Fonte: G1 Tocantins
Queimadas afetam saúde dos moradores e destroem áreas de cerrado no Tocantins

Um chacareiro que mora na região do Vale do Mutum, em Taquaruçu, foi multado neste domingo (26) por causar uma queimada que destruiu cerca de um hectare de pastagens. A Guarda Metropolitana de Palmas (GMP) informou que enviou equipes da divisão ambiental ao local após denúncias de vizinhos do homem.

 

Os guardas constataram que ele tentou queimar lixo dentro da própria propriedade. O fogo se espalhou com o vento e acabou atingindo o pasto. Por sorte, não haviam animais no local no momento do incêndio.

 

O fogo foi controlado pelo próprio chacareiro, com ajuda da esposa e dos filhos. Ele foi multado porque um decreto federal prevê que quem coloca fogo em áreas agrícolas ou pastoris deve ser multado em R$ 1 mil por hectare ou fração devastado.

 

Também está em vigou uma portaria do Governo do Tocantins que suspende as queimas controladas até novembro no estado. Mesmo os produtores rurais que possuem a autorização para realizar a queima, não poderão fazê-la até o dia 13 de novembro.

 

Este ano o cronograma de ações preventivas foi antecipado para evitar uma situação como a de 2019, quando foi necessário ajuda do Exército, da Marinha e até de aeronaves de países estrangeiros para controlar as queimadas. Desde o início do ano, o Tocantins registra 3.172 focos de queimadas, sendo que 1.054 foram apenas no mês de julho.

 

O total no estado até o momento é 19% menor que o registrado no mesmo período de 2019. Naquele ano, até o dia 26 de julho, foram registrados 3.942 focos.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.