Corpos de ciclistas que morreram após serem atropelados por caminhão são identificados

As vítimas trabalhavam em agências bancárias de Paraíso do Tocantins. Uma delas ficou carbonizada e teve perna amputada pelo acidente.

Publicado em: 29 de Julho de 2020
Foto Por: Montagem/G1
Autor: G1 Tocantins
Fonte: G1 Tocantins
Thiago Krygsman [à esq.] e Thiago Batista [à dir.] são os ciclistas que morreram em Paraíso do Tocantins

Os corpos dos ciclistas, que morreram após serem atropelados por um caminhão na TO-080 nesta terça-feira (28), foram identificados pelo Instituto Médico Legal. São eles: Thiago Krygsman Horácio, de 35 anos, e Thiago Batista Branquinho Moreira, de 32. Os corpos já foram liberados para enterro.

 

Os dois eram moradores de Paraíso do Tocantins e trabalhavam em agências bancárias, na cidade. Nas redes sociais, Thiago Krygsman costumava compartilhar fotos da prática de pedal com amigos, por vários lugares.


No momento do acidente, os dois estavam passeando e praticando atividades físicas, na descida da Serra do Estrondo. A Polícia Militar informou que a carreta seguia no sentido Palmas - Paraíso, quando perdeu o controle e atingiu os ciclistas. Com o impacto, um deles teve o corpo carbonizado e uma das pernas amputadas.

 

Após o atropelamento, o caminhão bateu na encosta da serra e pegou fogo. As chamas também atingiram a vegetação nas margens da rodovia, mas foram controladas pelos brigadistas florestais. Os bombeiros informaram que o motorista não foi encontrado no local.

 

A Polícia Civil informou que o motorista foi identificado e um inquérito será aberto para apurar as causas do acidente. A investigação deverá ser feita pela 62ª delegacia de Paraíso do Tocantins.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.