Segunda - Feira,
15 de Agosto de 2022

Em operação conjunta Polícia Militar prende homem por tráfico interestadual em Gurupi

Juntamente com a Polícia Rodoviária Federal e cães de faro da Polícia Militar, um ônibus que transportava entorpecentes com destino ao Maranhão foi interceptado e o responsável preso.

Autor: Ascom

Fonte: Ascom BPCHOQUE/Governo do Tocantins

Publicado em 03 de Agosto de 2022 (Atualizado Há 2 semanas atrás)

Legenda: Apreensão de Drogas em ônibus interestadual

Autor da Foto: Divulgação

 

A Polícia Militar prendeu, nesta terça-feira (02), um homem, 37 anos, por tráfico interestadual de entorpecentes, na BR 153, em Gurupi. O suspeito viajava em um ônibus de transporte turístico com o material em caixas de papelão. A apreensão aconteceu em mais uma etapa da operação Hórus

 

A Polícia Militar, por meio do Grupo de Operações com Cães-GOC, do Batalhão de Polícia de Choque (BPCHOQUE), Força Tática Cães, juntamente com a Polícia Rodoviária Federal, localizou dentro de um ônibus que fazia linha interestadual entre Goiânia-GO a Caxias-MA, cerca de 112g de substâncias análogas à maconha e 310g de substâncias análogas a cocaína, gerando cerca de R$ 17.920,00, em prejuízos ao crime.

A apreensão conjunta aconteceu em mais uma etapa da Operação Hórus, e contou com a ajuda dos cães de faro, Sniper, Raio e Titan, da Polícia Militar, após a abordagem, o motorista do ônibus indicou um homem de 37 anos, como proprietário da caixa, que após entrevista informou que a droga estaria sendo levada para o estado do Maranhão, com o objetivo de ser comercializada.

O ônibus, um Mercedes Benz, cor branca, foi vistoriado e liberado no local. O autor recebeu voz de prisão, e, junto com os entorpecentes, demais objetos, como: um relógio, um celular e R$ 120,00 em espécie, foram conduzidos e apresentados na 12ª Delegacia de Polícia Civil de Gurupi, para demais procedimentos legais.

 

 

 

 

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Seu comentário aguardará aprovação antes de ser publicado no site

Sem Comentários