Segunda - Feira,
15 de Agosto de 2022

Em Xambioá, Polícia Civil prende chefe regional de organização criminosa de âmbito nacional

Homem já possuía mandado de prisão definitiva com pena de condenação de 42 anos de prisão

Autor: Rogério de Oliveira/Governo do Tocantins

Fonte: Ascom

Publicado em 04 de Agosto de 2022 (Atualizado Há 2 semanas atrás)

Legenda: Sem Legenda

Autor da Foto: Divulgação

Na manhã desta quinta-feira, 4, a Polícia Civil do Tocantins (PC-TO), por meio de ação conjunta entre equipes da 22ª Delegacia de Xambioá e da 3ª Divisão de Repressão ao Crime Organizado (3ª Deic) de Araguaína, deu cumprimento a mandado de prisão provisória contra um homem de 24 anos suspeito de participação em crimes de tráfico de drogas, organização criminosa, corrupção de menores, porte ilegal de arma de fogo e homicídio.

Dentre os crimes praticados pelo investigado consta um homicídio ocorrido no dia 15 de junho na cidade de São Geraldo do Araguaia (PA). O investigado teria ordenado o homicídio.  "Durante as investigações, que duraram cerca de três meses, evidenciou-se que o capturado era o chefe regional de uma organização criminosa de âmbito nacional, sendo responsável direto pelo comércio ilegal de drogas nas cidades de Xambioá e São Geraldo do Araguaia (PA)", explicou o delegado-chefe da 22ª DP, Márcio Lopes, que comandou a operação. 

O homem já possuía, contra si, mandado de prisão definitiva com pena de condenação de 42 anos de prisão em aberto, expedido pela 4ª vara de Execuções Penais de Palmas, além de responder por pelo menos cinco processos criminais por delitos diversos.

No momento da prisão, os policiais civis encontraram um revólver calibre 38 municiado, além de várias porções de drogas. Diante dos fatos, o homem também responderá por tráfico de drogas e posse ilegal de arma de fogo. 

Busca e apreensão

Além do cumprimento do mandado de prisão, a Polícia Civil deu cumprimento a dois mandados de busca e apreensão relacionados a mesma investigação na cidade de Xambioá. Os mandados resultaram na apreensão de uma espingarda calibre 20, diversas porções de drogas, balança de precisão, dentre outros itens. 

Após a realização dos procedimentos legais, o homem foi recolhido à Casa de Prisão Provisória de Araguaína, onde permanecerá à disposição do Poder Judiciário. 

Segundo o delegado Márcio, a prisão é de extrema importância, uma vez que trata-se de um indivíduo condenado pela Justiça a mais de 40 anos e que, novamente, estava reincidindo em práticas delituosas. "A prisão traz mais paz e tranquilidade a toda a comunidade de Xambioá, pois o indivíduo é de extrema periculosidade", ressaltou a autoridade policial. 

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Seu comentário aguardará aprovação antes de ser publicado no site

Sem Comentários