Governo do estado decide reabrir atrativos turísticos e parques estaduais para visitação

Locais estavam fechados desde março por causa da pandemia de Covid-19. Decreto foi publicado no Diário Oficial do Estado e está valendo.

Publicado em: 01 de Outubro de 2020
Foto Por: Ricardo Martins
Autor: G1 Tocantins.
Fonte: G1 Tocantins.
Monumento Natural das Árvores Fossilizadas no Tocantins

O governo do estado liberou, na noite desta quarta-feira (30), a visitação aos parques estaduais do Tocantins.

 

A medida foi publicada no mesmo decreto que liberou as aulas presenciais para os últimos anos da educação básica e ensino superior. O texto foi publicado no Diário Oficial do Estado e está valendo. Os atrativos turísticos estavam fechados desde março.

 

A publicação ocorre após os municípios de Mateiros, Ponte Alta e São Félix do Tocantins decidirem retomar o turismo na região do Jalapão e anunciarem datas de retomada das atividades turísticas nas cidades.

 

Na semana passada o Ministério Público Federal (MPF), inclusive, entrou com uma ação civil pública para tentar barrar a reabertura dos atrativos turísticos na região do Jalapão. O pedido inclui também os atrativos que estão fora do Parque Estadual.

 

Conforme o decreto serão permitidas as visitações turísticas aos seguintes parques:

  • Parque Estadual do Cantão: Trilha do Cega Machado, Trilha do Ferrugem e Varjão do Murici, Trilha do Lago Rico e Trilha do Lago de Dentro;
  • Parque Estadual do Jalapão: Cachoeira da Velha, Prainha da Cachoeira da Velha, Dunas e Trilha do Espírito Santo;
  • Parque Estadual do Lajeado: Trilha do Mirante das Mangabeiras, Trilha do Mirante da Onça, Trilha do Brejo Comprido e Trilha da Matinha;
  • Monumento Natural das Árvores Fossilizadas: Trilha da Andradina, Trilha da Buritirana e Trilha do Neco.

 

Impasse

O plano estadual para reabertura do Parque Estadual do Jalapão está pronto desde julho, mas naquela ocasião os três municípios decidiram não retomar as atividades turísticas.

 

Depois as prefeituras anunciaram a retomada do turismo, em agosto, e o governo do estado foi contrário, afirmando que considerava “temerário um processo de reabertura de atrativos turísticos”.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.