Inquérito segue aberto três meses após manchas verdes aparecerem no Ribeirão Taquaruçu

Inicialmente investigação iria durara 30 dias. Naturatins informou que entrou divergências entre amostras recolhidas na água e vai precisar de novos exames.

Publicado em: 27 de Maio de 2020
Foto Por: Marcel de Paula
Autor: G1 Tocantins
Fonte: G1 Tocantins
Mancha verde apareceu no começo do ano em Palmas

O inquérito instaurado pela Polícia Civil para investigar a origem de manchas verdes de poluição que apareceram no Ribeirão Taquaruçu em fevereiro segue aberto após três meses. A investigação inicialmente duraria 30 dias, mas teve atrasos e prorrogações.

 

Com as chuvas recentes, as manchas acabaram sumindo na água turva, mas moradores relatam que ainda é possível sentir cheiro de esgoto às margens do ribeirão.

 

"E o que a gente observa é que nada é feito. A água está límpida, mas é pela própria natureza, que se encarregou de dar uma maior vazão na água com o excesso de chuvas", disse o morador Odécio Costa.

 

A Polícia Civil disse que a investigação ainda está em andamento. A mancha chegou até praias da região sul de cidade e condomínios fechados. A análise feita pela Universidade Federal do Tocantins (UFT) no início do ano indicava que a água estava própria para banho.

 

O Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins) disse que já recebeu três amostras de água da região, mas como houve divergência entre elas vai precisar de uma nova análise, mas detalhada.

 

A BRK Ambiental, que tem uma estação elevatória de esgoto na região que chegou a ser vistoriada pelas autoridades, disse que a estação atende a todos os parâmetros de qualidade exigidos por lei. Afirmou ainda que existe um projeto para implantar uma tecnologia mais moderna que emite menos odor.

 

A Prefeitura de Palmas disse que tem fiscalizado a área desde fevereiro e acompanhado as atividades tanto no Ribeirão Taquaruçu quanto no Córrego Machado.

 

"O povo do Bertaville, o pessoas que mora aqui perto dos condomínios perto das praias. O que a gente quer é uma resposta mais efetiva", completa o morador.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.