Juiz determina que governo instale dez novos leitos de UTI no Hospital Regional de Gurupi

Decisão é liminar e deverá ser cumprida em dez dias. Regional de Gurupi é referência para 18 cidades na região sul do estado e chegou a ficar com todas as UTIs ocupadas recentemente.

Publicado em: 23 de Julho de 2020
Foto Por: Reprodução/TV Anhanguera
Autor: G1 Tocantins
Fonte: G1 Tocantins
Entrada do Hospital Regional de Gurupi

A Justiça determinou que o governo do Estado instale dez novos leitos de UTI no Hospital Regional de Gurupi, no sul do estado, para tratamento dos casos graves de coronavírus. A decisão liminar foi emitida na noite desta quarta-feira (22) e deverá ser cumprida no prazo de dez dias.

 

G1 solicitou resposta para o governo do estado e aguarda um posicionamento.

O Hospital Regional de Gurupi atualmente tem 10 leitos de UTI e recentemente chegou a ficar com todas as vagas ocupadas. A unidade é referência para 18 municípios da região sul do estado e atende uma população de 198 mil pessoas.

 

“Portanto, em que pese o Estado informar que disponibilizou 10 leitos de UTI para o Hospital Regional de Gurupi o número é insuficiente para atendimento da demanda e deve ser ampliado com o escopo de preservar vidas”, disse o juiz Nassib Cleto Mamud.

 

A contratação ou compra dos novos leitos deverá observar os preços de mercado, com estruturas completas com ventilador, bomba, desfibrilador, isolamento, monitor e equipes qualificadas para acompanhamento dos pacientes.

 

Risco de colapso

Nesta terça-feira (21) o Ministério Público recomendou que a Prefeitura de Gurupi intensifique as medias de combate à pandemia de coronavírus na cidade e adote um lockdown das atividades não essenciais e fluxo de pessoas.

 

De acordo com o MPE, a cidade teve um aumento de 100% no número de diagnósticos no mês de julho e há o risco de colapso da saúde pública na cidade.

 

Conforme o último boletim estadual sobre os casos de coronavírus, Gurupi aparece como a quarta cidade mais afetada pela pandemia. São 678 casos confirmados e seis mortes.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.