Limpeza de quartos infantis, especialmente de bebês e crianças alérgicas, deve considerar cuidados especiais

Publicado em: 05 de Março de 2018
Foto Por: Divulgação
Autor: Ascom
Fonte: Ascom

A porcentagem de alérgicos na população global, em 2014, era de 40%. Hoje, as mais afetadas são as crianças; elas têm quatro vezes mais chances de também possuírem algum tipo de alergia, se têm pais alérgicos. 

 As alergias mais frequentes são sinusite, bronquite, alergia a poeira, fumaça de cigarro, perfumes, dermatites, alergias alimentares, asma e rinite, sendo que esta última acomete mais de 30% dos brasileiros.

Por ser tão comum, especialmente as alergias relacionadas às vias respiratórias, é preciso ter critérios bastante específicos ao cuidar da limpeza de quartos de bebês, crianças e até mesmo de adultos alérgicos.

 Em primeiro lugar, deve-se pensar no dono do quarto já no momento de escolher os revestimentos e a decoração.

Eles precisam ser de fácil manutenção, limpeza e secagem e é também necessário que o ambiente seja ventilado e arejado.

Quando se fala da limpeza rotineira, a escolha dos produtos certos é que faz a diferença.

A empresária Dayane de Paula, diretora da empresa de produtos e utensílios de limpeza Carajás, aponta que os produtos mais utilizados nesse tipo de limpeza são os sem cheiro, ou mesmo com cheiros leves e característicos.

“Normalmente, as escolas e os pais de crianças alérgicas compram desinfetantes com cheiro de talco, como o Lunnis Talco, além de detergentes neutros”, relata.

Dayane recomenda que a limpeza seja feita todos os dias ou um dia sim e outro não.

Ela indica panos de fibra leve; apenas umedecidos em uma mistura de água e detergente neutro para limpar o chão.

“O mais indicado é o detergente DN 60 e, para os móveis, lustra móveis com aroma de lavanda ou floral, que são cheiros mais suaves”, completa.

A diretora lembra que os produtos devem ser utilizados em suas devidas quantidades, conforme indicado nas embalagens, que também precisam ser consultadas pelos pais de alérgicos para verificação da fórmula.

Como contraindicação, além de evitar a utilização de produtos químicos com cheiro forte, recomenda-se que seja evitado o uso de flanelas, espanadores e inclusive de vassouras, pois tendem a levantar poeira e soltar pelos. 

A melhor opção, nesses casos, é o aspirador de pó, que deve ser passado antes da limpeza com pano, água e detergente.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.