Lixão de Formoso do Araguaia fica cheio e lixo começa a ser jogado em estrada rural

Prefeitura disse que abriu novas células para o lixo e fez limpeza da estrada. Problema do lixão da cidade é antigo; município tem projeto para aterro sanitário, mas ainda não saiu do papel.

Publicado em: 31 de Julho de 2020
Foto Por: Reprodução/TV Anhanguera
Autor: G1 Tocantins.
Fonte: G1 Tocantins.
Situação do lixão da cidade preocupa moradores

O lixão de Formoso do Araguaia, na região sul do estado, voltou a ser alvo de reclamação nesta semana. Vídeos enviados pelo morador de uma chácara na região mostram que o lixo está sendo jogado até na estrada que dá acesso ao local. O problema do descarte resíduos da cidade não é novidade e vem sendo mostrado pelo menos desde 2014, quando terminou o prazo para o fim dos lixões no país.

 

As imagens feitas pelo morador mostram todo o lixo doméstico acumulado na estrada sem nenhum tipo de tratamento. Os restos de alimentos atraem aves, enquanto algumas pessoas buscam materiais recicláveis no meio dos resíduos.


O lixão fica praticamente dentro da cidade, a 1 km do centro de Formoso do Araguaia. O local foi alvo de um termo de ajuste de conduta feito entre a prefeitura e o Ministério Público e até de uma ação cautelar na Justiça. O Instituto Natureza do Tocantins também chegou a dar um prazo para o município transformar o local em um aterro adequado, mas até o momento nada foi feito.

 

Procurada pela TV Anhanguera nesta quinta-feira (30), a Secretaria de Infraestrutura de Formoso informou que foi feito o projeto do aterro sanitário e está aguardando recurso pra executá-lo.

 

Informou ainda que abriu novas células e cercou o lixão, além de colocar um guarda no local. Sobre o lixo jogado na estrada de acesso, a secretaria informou que fez a limpeza e o material foi colocado no próprio lixão.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.