Mercado de Mesa Posta cresce e destaca artesanato tocantinense

Publicado em: 06 de Abril de 2020
Foto Por: Divulgação
Autor: Ascom
Fonte: Ascom

O avanço do mercado de "mesa posta" e da decoração usando o artesanato tocantinense vem ganhando força no cenário atual. No Tocantins, esta iniciativa ficou mais visível durante o mês de março, quando se comemorou o Dia do Artesão e, em tempos de isolamento social, causado pelo coronavírus, as famílias tem dado uma atenção especial aos momentos das refeições em torno da mesa.

 

Para se ter ideia, o segmento cresceu 30% em 2018, segundo dados do Clube de Mesa Posta, inclusive, estes negócios podem receber consultorias especializadas e curadoria. No Tocantins, já são cerca de 1.000 artesãos, além de muitas outras mulheres que já empreendem no ramo realizando suas vendas por meio das redes sociais. A união dessas duas áreas - Mesa Posta e Artesanato - tem contribuído para aquecer as vendas do pequeno negócio, seja do artesanato, seja das empreendedoras apaixonadas pela #mesaposta, além de fortalecer a identidade local.

 

Pensando na ascensão desse mercado e no incentivo aos pequenos negócios, o Sebrae Tocantins promoverá oficinas gratuitas para montagem de mesa posta combinada com as peças do artesanato do estado. Podem participar das atividades, potenciais empreendedores e empresários. As oficinas serão ministradas durante a feira de negócios Palmas Tem e ao longo do ano, em eventos institucionais.

 

Outro benefício da atividade de Mesa Posta é o reforço a representatividade tocantinense por meio do artesanato. "Os bares e restaurantes do estado podem aproveitar o artesanato local para organizar suas decorações e mesas. Isso fortalece e destaca a identidade da matéria prima tocantinense, além de fomentar a economia e impulsionar o mercado gastronômico e de peças fabricadas pelos artesãos", explicou a diretora técnica do Sebrae, Eliana Castro.

 

Para o superintendente do Sebrae, Moisés Gomes, a economia criativa estimula a geração de renda, cria empregos e produz receitas de exportação, enquanto promove a diversidade cultural e o desenvolvimento humano. "Normalmente os produtos artesanais são oriundos não só de recursos naturais, mas também da cultura de um povo ou mesmo de um lugar. Combinar esse segmento com a Mesa Posta traduz um conceito que agrega valor econômico e cultural e, neste momento de crise, é uma alternativa para intensificar as vendas", justificou. Assessoria de Imprensa Sebrae)

Acesse:https://bit.ly/3bKCoc3

 

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.