Monte do Carmo receberá Operação Integrada contra incêndios florestais

Publicado em: 20 de Outubro de 2020
Foto Por: Luiz Henrique Machado/Governo do Tocantins
Autor: Cleber Toledo
Fonte: Cleber Toledo
Integrantes de órgãos de fiscalização e combate voltam a se reunir, nesta terça, 20, em Monte do Carmo

Distante de Palmas cerca de 120 km, o município de Monte do Carmo vai receber nesta terça-feira, 20, a Operação Integrada de Fiscalização Contra os Incêndios Florestais.

 

A ação é do Governo do Tocantins, por meio do Comitê Estadual do Fogo, Defesa Civil Estadual, Corpo de Bombeiros Militares e parceiros. Além de verificar por onde o fogo passou nos últimos dias e meses, o trabalho visa também prevenir novos focos.

 

Da mesma forma como já ocorreu em outras cinco edições da Operação Integrada, em Monte do Carmo também haverá dezenas de militares e fiscais, além de viaturas e helicóptero que vão percorrer a região até o final de semana.

 

“As operações ganham corpo por serem integradas, e a gente consegue inibir o surgimento de novos focos. As equipes percorrem as rotas e, avistando focos de incêndios florestais ou qualquer crime ambiental, elas vão autuar os proprietários”, afirmou o coordenador-adjunto da Defesa Civil Estadual, tenente-coronel Erisvaldo Alves.

 

Nos últimos dias, diversas equipes percorreram rotas nas regiões, central e sul do Estado. E os resultados já apareceram com a inibição das ações contra o meio ambiente. Na Serra do Lajeado, por exemplo, não foram encontrados novos focos de incêndio na última semana.

 

“Os fiscais aproveitam para avaliar e registrar as áreas queimadas para depois checarem as responsabilidades dos proprietários. No interior do Estado, como Paranã, Talismã, Alvorada e Dianópolis, o trabalho também segue o mesmo roteiro”, destacou o Tenente-Coronel.

 

Erisvaldo Alves afirma também que a divulgação antecipada da Operação gera retorno. “Já faz diminuir os novos focos. E isso também é um ganho para a sociedade”, assegurou.

 

“A gente está escolhendo áreas onde, após verificação dos registros do satélite do INPE [Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais], percebe-se um acúmulo de focos de incêndio. Nesse momento, Monte do Carmo se destaca e por isso o motivo da Operação Integrada”, argumentou o coordenador-adjunto.

 

As ações têm a parceria com o Exército Brasileiro (22º Batalhão de Infantaria), Marinha do Brasil, Corpo de Bombeiros Militar, Ministério Público Estadual, Batalhão de Polícia Militar Ambiental, Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins) e a Defesa Civil Municipal de Monte do Carmo, que assim como ocorre em Palmas, contará com apoio da Guarda Municipal.

 

“E a gente lembra que ainda é crime colocar fogo nesse período. A Portaria do Naturatins, com essa restrição, vai até o dia 13 de novembro”, concluiu Erisvaldo Alves. (Da assessoria de imprensa)

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.