Motorista bêbado tenta se explicar após bafômetro apontar alto índice alcoólico

Flagrante foi feito na BR-242, em Gurupi, durante Operação de Carnaval da PRF. De acordo com balanço, 13 condutores foram flagrados sob efeito de bebida alcoólica.

Publicado em: 16 de Fevereiro de 2018
Foto Por: Reprodução
Autor: G1 TO
Fonte: G1 TO
Homem fez o teste do bafômetro após ser flagrado dirigindo bêbado

Um motorista foi preso após passar pelo teste do bafômetro na BR-242, em Gurupi, no sul do estado. O flagrante foi feito no último sábado (10), durante a Operação de Carnaval da Polícia Rodoviária Federal, que ocorreu entre a sexta-feira (9) e esta quarta (14). Um vídeo mostra quando ele tenta se explicar. "Estava indo embora."

Nas imagens é possível ver que o motorista tem dificuldade para soprar o bafômetro. O aparelho aponta 1,15mg/l de álcool, um índice bem maior que o normal, segundo a PRF. A marca de 0,3 mg/l é suficiente para que seja realizada a prisão do condutor.

A PRF informou que se o aparelho marcar até 0,2 mg/l o condutor é autuado e multado em quase R$ 3 mil. O máximo que o equipamento chega a marcar é 2,00 mg/l.

Questionado pelo policial se havia ingerido bebida alcoólica, o motorista responde: "Eu bebi cedo. Bebi umas duas cervejas e pinga."

Conforme a PRF, o motorista foi levado para a Polícia Civil em Gurupi. Ele foi autuado e poderá responder processo criminal e ter a CNH suspensa por 1 ano. Ao todo 13 condutores foram flagrados sob efeito de bebida alcoólica. Embriaguez ao volante é a segunda maior causa de acidentes no Tocantins.

Balanço

Durante o período de Carnaval, oito acidentes e uma morte foram registrados nas rodovias federais que cortam o Tocantins. A quantidade de motoristas flagrados acima da velocidade permitida chamou a atenção, foram 1.036, com velocidades que passavam de 160 km/h.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.