Número de golpes pela internet aumenta no Tocantins neste período de pandemia

Em caso de golpe, a pessoa deve imediatamente pedir o bloqueio da conta ou do cartão e registrar uma ocorrência na polícia.

Publicado em: 30 de Junho de 2020
Foto Por: Reprodução/TV Anhanguera
Autor: G1 Tocantins.
Fonte: G1 Tocantins.
Crimes virtuais aumentaram no Tocantins

A pratica de crimes virtuais tem sido cada vez mais comum no Tocantins. Só nos primeiros seis meses de 2020, foram registradas mais de 600 ocorrências. Segundo a Polícia Civil, os crimes mais recorrentes são estelionato e furto mediante fraude, que é quando o criminoso clona o cartão da vítima e faz compras pela internet.

 

Henrique Araújo, a exemplo de vários brasileiros, foi vítima de um golpe pelo WhatsApp. O criminoso criou uma conta falsa no aplicativo e se passou por ele usando uma foto no perfil. A partir de então, começou a enviar mensagens para os contatos do Henrique, com a informação que havia trocado de número.

 

“Imaginando que se trataria de algum tipo de golpe, eu avisei todas as pessoas da minha lista telefônica e postei nas redes sociais que eu não havia trocado de número. Informei também que se recebesse mensagem daquele número deveria bloquear. Em seguida registrei um Boletim de Ocorrência na delegacia virtual”, explica. 

 

A advogada criminalista, Criastiane Mezzaroba, explica que esses crimes aumentaram neste período de pandemia, porque a população está utilizando mais os dispositivos eletrônicos para comprar ou pagar contas.

 

“É necessário procurar ter neste dispositivo [aplicativo] um bom antivírus instalado. E-mails que você não recebia e passou a receber, os famosos “clique aqui”. Ainda que venha de sua agência bancaria, não clique”, orienta a advogada.

 

Em caso de golpe, a pessoa deve imediatamente pedir o bloqueio da conta ou do cartão e registrar uma ocorrência na polícia.

 

“ Vindo a ser vítima desses golpes, você não precisar ir até a delegacia. Basta acessar o site da Secretaria de Segurança Pública no endereço: ssp.to.gov.br e acessar o link da delegacia virtual e aí fazer o registro”, informa o delegado Claudemir Luiz Ferreira.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.