Operação apreende redes, pescado e resgata tartarugas no Parque Estadual do Cantão

Suspeitos que estavam caçando e pescando na reserva conseguiram escapar da fiscalização. Apreensões ocorreram entre os dias 1º e 3 de agosto.

Publicado em: 04 de Agosto de 2020
Foto Por: Naturatins/Divulgação
Autor: G1 Tocantins
Fonte:  G1 Tocantins.
Fiscalização encontrou redes e pescado no Parque do Cantão

Equipes do Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins) e da Polícia Militar Ambiental apreenderam redes, armadilhas para quelônios, pescado e até uma arma de fogo dentro do Parque Estadual do Cantão. As fiscalizações foram feitas entre os dias 1º e 3 de agosto.

 

O patrulhamento foi feito de barco nos rios Araguaia, Javaés e Javaezinho, além de lagos dentro do parque. Ao avistar a equipe de fiscalização, os infratores abandonaram o material usado para a caça e pesca ilegal e fugiram. Ninguém foi preso ou autuado.

 

Foram apreendidos 1.250 metros de redes de diversas malhas, armadilhas para capturar quelônios, uma caixa de isopor com 40 quilos de peixe da espécie pirarara, além de quatro tartarugas em um saco. Também foi encontrada uma espingarda de pressão adaptada para calibre 22.

 

Os agentes também localizaram algumas pessoas que estavam acampando dentro do parque. Eles foram orientados a desmontar as barracas, recolher o lixo e deixar o local, pois acampar na área de reserva é proibido.

 

Ainda segundo o Naturatins, o material apreendido foi levado para o destacamento da Polícia Militar Ambiental, em Caseara. O pescado foi doado para comunidade da mesma cidade.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.