Domingo,
18 de Abril de 2021

Operação nacional contra pornografia infantil cumpre mandado no Tocantins

Autor: G1 Tocantins.

Fonte: G1 Tocantins.

Publicado em 17 de Maio de 2018 (Atualizado Há 3 anos atrás)

Legenda: Sem Legenda

Autor da Foto: Divulgação

Policiais civis do Tocantins cumprem um mandado de busca e apreensão em Palmas, durante a operação Luz na Infância 2, uma das maiores de combate à pornografia infantil em todo o país.

 As ações são realizadas em 24 estados e no Distriro Federal. Até o momento, 100 pessoas foram presas.

As equipes procuram arquivos com conteúdos relacionados a crimes de exploração sexual contra crianças e adolescentes.

Os alvos foram identificados pela Diretoria de Inteligência da Secretaria Nacional de Segurança Pública, com base em informações coletadas em ambientes virtuais, que apresentavam indícios de autoria.

No ano passado, a etapa da operação prendeu 112 pessoas. O foco da operação foi o compartilhamento de fotos pela internet.

Entre o material apreendido havia vídeos de bebês sendo molestados e uma cartilha com orientações de como segurar crianças.

 

Pedofilia é doença

 

A pedofilia está entre as doenças classificadas pela Organização Mundial de Saúde (OMS) entre os transtornos da preferência sexual.

Pedófilos são pessoas adultas (homens e mulheres) que têm preferência sexual por crianças – meninas ou meninos - do mesmo sexo ou de sexo diferente, geralmente pré-púberes (que ainda não atingiram a puberdade) ou no início da puberdade, de acordo com a OMS.

O Código Penal considera crime a relação sexual ou ato libidinoso (todo ato de satisfação do desejo, ou apetite sexual da pessoa) praticado por adulto com criança ou adolescente menor de 14 anos.

Conforme o artigo 241-B do ECA é considerado crime, inclusive, o ato de “adquirir, possuir ou armazenar, por qualquer meio, fotografia, vídeo ou outra forma de registro que contenha cena de sexo explícito ou pornográfica envolvendo criança ou adolescente.”

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Seu comentário aguardará aprovação antes de ser publicado no site

Sem Comentários