PM lança edital para definir instrutores que formarão Oficiais e Soldados aprovados

Os instrutores atuarão em Cursos de Formação voltados para formar um efetivo de 1040 alunos que serão aprovados no concurso público realizado pela PM no Tocantins

Publicado em: 21 de Março de 2018
Foto Por: Divulgação PM/TO
Autor: T1
Fonte: T1
Edital foi lançado pela PM nesta terça, em Palmas

A Polícia Militar (PM) lançou na manhã desta terça-feira, 20, no auditório do Quartel do Comando Geral (QCG), em Palmas, o edital do Processo de Habilitação de Docentes para o Curso de Formação de Oficiais (CFO) e o Curso de Formação de Soldados (CFSD) voltados para formar um efetivo de 1040 alunos que serão aprovados no concurso público realizado pelo Estado.

Realizaram o lançamento, o comandante-geral da PM, coronel Edvan de Jesus Silva; o presidente da Comissão do Processo de Habilitação de Docentes, coronel Jaizon Veras Barbosa e o diretor da Diretoria de Ensino, Instrução e Pesquisa (Deip), coronel Dosautomista Honorato de Melo. Também participaram do evento os comandantes dos Batalhões e Companhias que vão receber os alunos em suas respectivas Unidades.

A PM informou que optou por dividir o Curso de Formação em 25 turmas, nas 11 Unidades do Estado, localizadas em 10 cidades, além da Capital, que também vai formar os alunos do CFO. Os municípios envolvidos são: Araguaína, Gurupi, Porto Nacional, Guaraí, Paraíso, Araguatins, Arraias, Dianópolis, Colinas e Miracema.

Para formar os alunos, a Polícia Militar vai selecionar os instrutores de 31 disciplinas. Os interessados, tanto militares como civis, devem fazer a inscrição exclusivamente pelo site da PMTO. Aqueles que desejam ministrar aulas para o CFO devem ser pós-graduados e se for militar deve pertencer ao quadro de oficiais. Cada instrutor pode selecionar até três disciplinas para serem ministradas durante o curso.

“Apesar de o curso ser oferecido em várias Unidades do Estado, os conteúdos deverão seguir a mesma ementa, as provas serão iguais e aplicadas no mesmo dia e hora. Daí a importância do comprometimento e responsabilidade do instrutor em sala de aula”, afirmou o diretor da Deip.

De acordo com o coronel Edvan, a Polícia Militar está se antecipando e buscando o máximo de organização para receber os novos alunos. “Precisamos estar preparados e toda contribuição dos comandantes das Unidades que vão formar os futuros policiais será importante para a Corporação. É um trabalho realizado em equipe, a responsabilidade da formação é de todos nós”, declarou o comandante-geral.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.