Quarta - Feira,
05 de Maio de 2021

Polícia Civil apreende animais silvestres e recupera carne de gado furtado de fazenda

Dois homens foram identificados, mas conseguiram escapar ao ver a chegada das viaturas. Operação apreendeu cinco aves silvestres e um jabuti, além de 150 kg de cortes bovinos.

Autor: G1 Tocantins

Fonte: G1 Tocantins

Publicado em 04 de Maio de 2021 (Atualizado Há 1 dia atras)

Legenda: Animais silvestres foram apreendidos

Autor da Foto: Polícia Civil/Divulgação

A Polícia Civil apreendeu animais silvestres que estavam sendo mantidos em cativeiro em uma chácara na zona rural de Ipueiras, na região centro-sul do estado. Os espécimes foram encontrados depois de uma denúncia sobre o furto de uma cabeça de gado em outra propriedade da região durante a madrugada desta segunda-feira (3). O animal furtado foi morto e desossado, mas a carne foi recuperada.

A investigação sobre o caso foi feita pela 75ª Delegacia de Polícia Civil de Silvanópolis. Os agentes identificaram o veículo utilizado para o furto do gado e logo depois conseguiram localizá-lo em uma chácara de Ipueiras.

Dois homens viram o momento em que as viaturas estava chegando e fugiram do local. De acordo com a Polícia Civil, durante as buscas na propriedade foram encontradas cinco aves conhecidas como jacu e um jabuti, além de 150 kg de cortes de carne bovina. Uma arma e outros objetos também foram apreendidos.

A polícia informou que o gado tinha sido desossado recentemente. A carne estava embalada, guardada em um freezer e na geladeira da residência rural. Algumas pessoas que estavam no local prestaram esclarecimentos dos objetos apreendidos e foram liberadas.

A ação contou com apoio da 7ª Divisão de Combate ao Crime Organizado - Porto Nacional (7ª DEIC) e do Destacamento da Polícia Militar de Silvanópolis. Os animais silvestres apreendidos serão entregues para o Instituto Natureza do Tocantins.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Seu comentário aguardará aprovação antes de ser publicado no site

Sem Comentários