Segunda - Feira,
19 de Abril de 2021

Policiais trocam tiros com fugitivos do presídio de Miranorte

Helicóptero ajuda nas buscas pelos fugitivos

Autor: G1 Tocantins.

Fonte: G1 Tocantins.

Publicado em 01 de Agosto de 2018 (Atualizado Há 3 anos atrás)

Legenda: Sem Legenda

Autor da Foto: Divulgação

A Polícia Militar trocou tiros com seis fugitivos da Cadeia de Miranorte, na tarde desta terça-feira (31), próximo a Santa Tereza. Um deles foi baleado, mas conseguiu fugir por um matagal. Durante o confronto, outros cinco escaparam em um carro preto, seguindo na região de Pindorama. Um helicóptero da Coordenadoria Integrada de Ações Aéreas (Ciopar) ajuda nas buscas.

Testemunhas disseram que um guia e dois turistas chegaram a ser feitos reféns pelos criminosos, mas não ficaram feridos e foram liberados em seguida. A informação ainda não foi confirmada pela polícia.

Ao todo, 18 detentos escaparam da unidade pulando o muro, no domingo (29). Cinco deles já foram recapturados.

Para fugir, eles fizeram uma rebelião e atacaram os agentes penitenciários que estavam no local. O superintendente do sistema prisional Orleanes de Souza informou ao G1 que a fuga ocorreu após o banho de sol, por volta das 15h30 deste domingo.

"Eles estavam sendo levados paras celas em um procedimento de rotina e entraram em luta corporal com os agentes que estavam na unidade. Infelizmente, conseguiram escapar", informou Orleanes de Souza Alves.

Um dos agentes sofreu escoriações no pescoço e uma mordida nas costas e foi levado para o hospital da cidade, mas recebeu alta durante a tarde.

Moradores da cidade contaram que viram alguns presos fugindo a pé. Já outros escaparam em uma viatura do sistema prisional. Eles também levaram uma espingarda calibre 12, um revólver calibre 38 e um uniforme de agente penitenciário. Uma das armas era do presídio e a outra, de uso pessoal de um servidor.

A unidade tem câmeras de circuito interno, mas segundo a superintendência das penitenciárias, os detentos danificaram o computador que armazenava as imagens.

A cadeia de Miranorte tem capacidade para 12 presos, mas abrigava 38, segundo a Secretaria de Cidadania e Justiça. A superlotação corresponde a 219%.

Essa é a segunda fuga registrada na cadeia em menos de um ano. Em novembro do ano passado, três presidiários conseguiram fugir da cadeia. Os homens arrancaram um vaso sanitário e cavaram um buraco até o pátio do preísidio, depois eles pularam o muro.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Seu comentário aguardará aprovação antes de ser publicado no site

Sem Comentários