Prazo de inscrição no novo concurso da PM termina neste sábado (23)

Certame oferece mil vagas com salários de R$ 3,3 mil. Taxa de inscrição é de R$ 80 e deve ser paga até 9 de fevereiro.

Publicado em: 23 de Janeiro de 2021
Foto Por: Scott Graham/Unsplash
Autor: G1 Tocantins.
Fonte: G1 Tocantins.
Provas para concurso estão previstas para março

O prazo de inscrição do novo concurso da Polícia Militar do Tocantins termina às 18h deste sábado (23). Os interessados devem se inscrever no site do Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe), que vai organizar as provas. Ao todo são mil vagas com salários de R$ 3,3 mil. Confira o edital.

 

A taxa de inscrição é de R$ 80 e deverá ser paga até o dia 9 de fevereiro. As provas estão previstas para o dia 14 de março. Das 1.000 vagas para praças, 950 são para o quadro operacional, 25 para o quadro de músicos e outras 25 vagas para o quadro da saúde, distribuídas em 20 para técnico em enfermagem e cinco para técnico em saúde bucal.

 

O novo concurso está sendo feito porque o anterior, realizado em 2018, foi anulado após fraudes serem constatadas. Quem pagou a taxa de inscrição do certame anterior terá que fazer uma nova inscrição e pagar novamente.

 

Os salários iniciais, após os cursos de formação, são de R$ 3.330,99 devendo o militar ficar no mínimo 36 meses na graduação. A data prevista de aplicação das provas objetivas e da redação é o dia 14 de março de 2021.

 

A nova banca organizadora foi contratada ao custo de R$ 2,7 milhões, sem licitação, para realizar as três primeiras fases da seleção. O contrato com a Cebraspe, conforme informado pelo governo, tem o valor de R$ 51,20 por candidato inscrito. A estimativa tem como base o total de inscritos no concurso anterior, que chegou perto dos 80 mil.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.