Prazo para solicitar devolução de valor pago por vestibular da UFT começa nesta quarta-feira (12)

Processo seletivo foi cancelado por causa da pandemia do novo coronavírus.

Publicado em: 13 de Agosto de 2020
Foto Por: Thiago Bastos/Arquivo Dicom UFT
Autor: G1 Tocantins
Fonte: G1 Tocantins
Vestibular da UFT foi cancelado por causa da pandemia do novo coronavírus

O prazo para solicitar a restituição do valor pago pela inscrição do vestibular da Universidade Federal do Tocantins (UFT) começa nesta quarta-feira (12). É que o processo seletivo para as turmas do segundo semestre de 2020 foi cancelado por causa da pandemia do novo coronavírus. Os candidatos têm até o dia 24 de agosto para pedir a devolução.

 

O certame iria selecionar estudantes para 781 vagas distribuídas em 42 cursos da universidade. Segundo a UFT, do total de inscritos, 6.910 candidatos já tinham efetuado o pagamento e o valor arrecadado chegou a R$ 829,2 mil.

 

Para que a restituição seja feita é necessário responder um formulário online que foi preparado pela Coordenação Permanente de Seleção (Copese) e Pró-Reitoria de Administração e Finanças (Proad). O candidato inscrito, que pagou a taxa para realizar a prova, deve informar os dados pessoais e um número de conta bancária para a devolução do valor.

 

Todos os pedidos serão conferidos individualmente. No site da UFT foi disponibilizado um passo-a-passo com imagens para facilitar a solicitação.

 

Segundo a Universidade, o formulário vai estar ativo a partir das 8h desta quarta. A previsão é que até o próximo dia 5 de outubro todas as inscrições pagas tenham sido devolvidas.

 

A Copese orienta que o candidato fique atento aos dados inseridos no formulário, principalmente aos que são relacionados às informações bancárias. Elas devem estar corretas para que a devolução do dinheiro seja feita de forma precisa.

 

Mais informações sobre a devolução do dinheiro e cancelamento do certame podem ser encontradas no site da Copese ou solicitadas pelo email copese@uft.edu.br.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.