Prefeitura de Araguaína diz que quase 800 exames de coronavírus enviados ao Lacen não ficaram prontos

O município diz que aguarda laudos de amostras enviadas ao laboratório desde o começo do mês. Estado disse que testes são feitos conforme a prioridade.

Publicado em: 10 de Julho de 2020
Foto Por: Reprodução/TV Anhanguera
Autor: G1 Tocantins.
Fonte: G1 Tocantins.
Exames foram enviados ao Lacen e ainda não ficaram prontos

A Prefeitura de Araguaína informou nesta quinta-feira (9) que enfrenta dificuldades para receber os resultados dos exames para a Covid-19 enviados ao Laboratório Central do Estado (Lacen) em Palmas. O município alega que mandou mais de 1,3 mil amostras para a capital nos últimos nove dias, mas que ainda não recebeu o retorno para 796 delas.

 

O Lacen enfrentou dificuldades recentemente para manter a testagem por falta de insumos. A situação no laboratório acabou fazendo a Justiça determinar a criação de um plano para evitar desabastecimento. Há algumas semanas, os exames foram priorizados para casos de pacientes internados ou mortes suspeitas.

 

A prefeitura diz que das amostras enviadas no dia 1º de julho, por exemplo, ainda não recebeu o resultado de 165. Afirmou ainda que doou reagentes ao Lacen para prevenir este tipo de situação. "Já foram doados ao Lacen cinco mil kits de extração além de mais outros 15 mil insumos necessários para o processamento das amostras do teste de RT-PCR", afirmou a secretária municipal de Saúde, Ana Paula Abadia.

 

Em nota, a Secretaria de Estado da Saúde informou que as amostras ainda não tiveram os resultados divulgados porque estão fora dos critérios de prioridade do Lacen. A pasta informou que segue priorizando os exames de pacientes que estão internados, óbitos suspeitos ou pacientes que são elegíveis para a doação de órgãos.

 

Mesmo com os resultados represados, Araguaína segue como a cidade mais afetada pela pandemia do novo coronavírus no Tocantins. A cidade concentra 4.693 casos e 67 mortes pela doença.

 

Veja a nota da SES na íntegra

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) explica que mesmo após a suspensão repentina do Ministério da Saúde (MS) no fornecimento de kits de extração para a realização de testes Covid-19, o Laboratório Central de Saúde Pública do Tocantins (LACEN) continuou realizando testes de RT-PCR.

Informamos ainda, que as amostras coletadas nas Unidades de Saúde são recebidas e triadas, considerando as prioridades elencadas, com resultados liberados em até 48h. As demais amostras referentes a casos com sintomas leves, estão sendo encaminhadas para o laboratório da FIOCRUZ/RJ, conforme recomendações do MS.

A SES esclarece que as amostras encaminhadas pelo município de Araguaína, que ainda não tiveram resultado divulgado, não estão enquadradas no critério de prioridade para análise, ou seja, não são pacientes hospitalizados na rede pública e privada, suspeitos para Covid-19; pacientes elegíveis para doação de órgãos e os óbitos suspeitos.

A Secretaria informa que está providenciando aquisição emergencial e licitação para abastecimento regular dos insumos e reagentes pelo período de 12 meses, e que diariamente estão sendo realizados 300 testes no Lacen/TO.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.