Prefeitura de Gurupi prevê prejuízos nas finanças e decreta estado de calamidade por causa do coronavírus

Decreto saiu horas após município ampliar restrições para estabelecimentos comerciais na cidade. Decreto será submetido a reconhecimento da Assembleia Legislativa.

Publicado em: 26 de Março de 2020
Foto Por: Divulgação/Prefeitura de Gurupi
Autor: G1 Tocantins
Fonte: G1 Tocantins
Visão geral de Gurupi, na região sul do estado

A Prefeitura de Gurupi decretou, nesta quarta-feira (25), estado de calamidade pública por causa da pandemia do coronavírus. O decreto saiu horas depois do município ampliar restrições para estabelecimentos comerciais da cidade. A medida ainda será submetida a reconhecimento da Assembleia Legislativa do Estado do Tocantins.

Conforme o município, devido às medidas emergenciais para enfrentar o coronavírus, as finanças públicas e as metas fiscais estabelecidas para 2020 estarão gravemente comprometidas. O município afirmou também que a arrecadação será prejudicada.

Segundo o município, com o decreto de calamidade reconhecido pela Assembleia Legislativa, prazos podem ser suspensos e o cumprimento de resultados fiscais e a limitação de empenho dispensados.

Também nesta quarta-feira (25) a Prefeitura de Gurupi ampliou as restrições para funcionamento de estabelecimentos, proibindo a abertura de casas de eventos e motéis, entre outros.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.