Prefeitura estabelece quatro fases que devem ser cumpridas para a retomada completa de atividades em Augustinópolis

Primeira fase já começou e mantém o distanciamento social e o funcionamento de atividades essenciais. Última fase está prevista para começar no dia 1º de julho, com abertura total do comércio.

Publicado em: 27 de Maio de 2020
Foto Por: Folha do Bico/Divulgação
Autor: G1 Tocantins
Fonte: G1 Tocantins
Município de Augustinópolis publica decreto e estabelece fases para a retomada de atividades

A Prefeitura de Augustinópolis, região norte do estado, publicou um novo decreto nesta segunda-feira (25) e estabeleceu quatro fases até a retomada total das atividades.

 

A primeira fase já começou e prevê o distanciamento social controlado, bem como o funcionamento apenas das atividades essenciais.

 

A última está prevista para começar no dia 1º de julho, com abertura total do comércio.

 

No documento informa que a partir desta segunda-feira, podem funcionar, com restrições, os açougues e peixarias; padarias e cafés; supermercados, mercearias, comércio de hortifrutigranjeiros; ateliês, costureiras; escritórios de contabilidade, agências bancárias, lotéricas, cooperativas de créditos; oficinas mecânicas; comércio de produtos veterinários, pet shops; comércio de materiais de construção; serviços de telecomunicação, internet; postos de combustíveis; farmácias e drogarias; hotéis, pousadas.

 

Os restaurantes e pizzarias poderão funcionar para comercialização em drive thru ou entrega a domicílio.

 

Também estão liberados os serviços de transporte, armazenamento, entrega e logística de carga; salões de beleza, barbearias, clínicas de estética; lojas de tecidos, calçados, materiais esportivos, papelarias e livrarias, bombonieres; serviços de conserto e manutenção de aparelho celular, equipamentos eletrodomésticos e utensílios domésticos; serralherias e marcenarias; gráficas, fábricas, estabelecimentos de cerigrafia, além dos serviços de segurança e de saúde.

 

A lista está no decreto e determina as medidas de higiene e restrições quanto ao horário de funcionamento de cada estabelecimento e atividade.

 

A segunda fase começará no dia 5 de junho, com o distanciamento social seletivo. Poderão funcionar as atividades descritas acima, bem como os escritórios de advocacia, imobiliário, corretoras de imóveis e de seguros; restaurantes, churrascarias, pizzarias, lanchonetes e sorveterias para consumo local, sendo proibido o consumo de bebida alcoólica; atividades religiosas presenciais; praça de alimentação; serviços de mototáxi; serviços de propaganda volante; relojoaria, acessórios pessoais; academias de esportes e pilates.

 

A partir do dia 22 de junho, começa a terceira fase com abertura comercial seletiva. Serão permitidas todas as atividades, com exceção das casas de shows, bares, boates, feiras, balneários, clubes recreativos, eventos com mais de 10 pessoas, incluindo a prática de atividades esportivas em campos, quadras, ginásios e praças públicas.

 

A última fase inicia no dia 1º de julho, com a abertura comercial ampliada. Haverá reabertura total com os critérios de proteção à saúde coletiva enquanto houver a circulação do vírus, sem que haja medida de proteção efetiva como vacinas ou outro tratamento eficaz.

 

Segundo o decreto, o Comitê de Prevenção e Enfrentamento a Covid-19 se reunirá a cada oito dias com as autoridades de saúde para confirmar ou alterar as atividades comerciais nas respectivas fases.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.