Domingo,
26 de Setembro de 2021

Prevenção ao calazar será tema de campanha nas escolas de Gurupi

Autor: Débora Ciany – Ascom Semeg

Fonte: Ascom

Publicado em 04 de Agosto de 2021 (Atualizado Há 2 meses atrás)

Legenda: Prevenção ao calazar será tema de campanha nas escolas de Gurupi

Autor da Foto: Débora Ciany – Ascom Semeg

Uma das ações que serão colocadas em prática com a volta das aulas presenciais na rede municipal de ensino de Gurupi será os cuidados com a leishmaniose (calazar). A Prefeitura de Gurupi, por meio da Secretaria Municipal da Educação, em parceria com o Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), prepara uma campanha de conscientização que vai ser divulgada nas 26 unidades de ensino da rede levando aos alunos informações sobre a importância dos cuidados com animais de estimação em relação a doença.

O assunto foi tratado numa reunião entre a Secretária da Educação, Amanda Costa e a coordenadora do CCZ de Gurupi, Fluviana Cristina Brianez. Na oportunidade foram discutidas as metas do projeto de educação e saúde que tem como título; Controle e Combate da Leishmaniose.

As representantes das duas entidades ainda falaram sobre o formato da campanha, o conteúdo a ser repassado aos estudantes e a data para divulgação do material. "A partir de 10 de agosto entraremos na Semana Nacional de Controle e Combate à Leishmaniose, precisamos deste material de divulgação e do conteúdo em vídeo para que possamos incluí-lo dentro dos roteiros de atividade dos estudantes. Temos que fazer tudo o que estiver ao nosso alcance para diminuir os índices de mortalidade entre os cães por causa da leishmaniose em Gurupi", disse a Secretária.

Divulgação

Na primeira etapa a campanha será visual com a fixação de cartazes nas escolas e vídeo informativo sobre a doença para exibição nas aulas. "Esse vídeo terá uma linguagem bem simples para que as crianças entendam o que está sendo abordado", explicou Fluviana Brianez. As atividades da campanha começam a partir de segunda-feira, dia 09 de agosto.

Para intensificar as ações preventivas, palestras e distribuição de panfletos educativos sobre o tema também estão previstos. O material de divulgação conta com orientações sobre os sintomas e o ciclo da leishmaniose, no qual é reforçado que a transmissão ocorre por meio do flebótomo, conhecido como mosquito-palha, e não diretamente pelos cães.  

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Seu comentário aguardará aprovação antes de ser publicado no site

Sem Comentários