Professora é assassinada a tiros em Campos Lindos; ex-marido suspeito do crime também foi encontrado morto

Safira Camelo Gomes Lima, de 36 anos, teria recebido ameaças do ex-marido Juranir de Sousa Lima. Ele teria inclusive dito a ela que tinha encomendado túmulos para os dois.

Publicado em: 25 de Maio de 2020
Foto Por: Reprodução/Facebook
Autor: G1 Tocantins
Fonte: G1 Tocantins
Professora foi morta a tiros em Campos Lindos

A professora Safira Camelo Gomes Lima, de 36 anos, foi assassinada a tiros dentro da própria casa em Campos Lindos, no norte do Tocantins. O crime foi na noite do sábado (23), por volta de 23h. Familiares que moram ao lado da professora ouviram gritos e os tiros e correram para o local. A mãe da professora teria identificado o atirador como o ex-marido de Safira, Juranir de Sousa Lima.

 

O divórcio dos dois era recente e a família relatou que Juranir não aceitava o fim do relacionamento. Ele teria feito ameaças e até dito a ex-mulher que havia encomendado túmulos para os dois. Após o crime a Polícia Militar começou as buscas na cidade e logo recebeu a informação de que o carro do ex-marido tinha sido visto em alta velocidade indo para o Maranhão.

 

O veículo foi encontrado horas mais tarde, capotado em uma estrada vicinal na na zona rural de Riachão (MA). O corpo de Juranir estava perto do carro, em uma árvore. A Polícia Civil de Riachão informou que a suspeita é que ele tenha se acidentado e depois cometido suicídio, mas que uma perícia foi solicitada para confirmar a hipótese.

 

A professora deixa dois filhos. Não foram divulgadas informações sobre o velório e o enterro dela. O sindicato que representa servidores públicos emitiu uma nota de pesar pela morte da professora.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.