Quarta - Feira,
26 de Janeiro de 2022

Seciju realiza ação com 100 atendimentos médicos, testes rápidos e orientações de saúde para custodiados da Unidade Penal de Paraíso do Tocantins

Em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde, os privados de liberdade passaram por consultas de rotina e testes para Infecções Sexualmente Transmissíveis e Covid-19

Autor: João Pedro Gomes/Governo do Tocantins

Fonte: Ascom

Publicado em 14 de Janeiro de 2022 (Atualizado Há 2 semanas atrás)

Legenda: Os atendimentos foram realizados em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde de Paraíso do Tocantins, e a ação resultou em 100 avaliações médicas.

Autor da Foto: Lauane dos Santos/ Seciju/Governo do Tocantins

A Secretaria de Estado da Cidadania e Justiça (Seciju), em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde de Paraíso do Tocantins, realizou uma ação de saúde com 100 consultas médicas, testes rápidos, medicações e orientações aos custodiados da Unidade Penal de Paraíso do Tocantins nesta quarta-feira, 12.

A atividade foi desenvolvida pela Superintendência de Administração do Sistema Penitenciário e Prisional do Tocantins, por intermédio da Gerência de Assistência Educacional e Saúde ao Preso e Egresso e da chefia da Unidade Penal.

Na ocasião, além dos atendimentos médicos de rotina, foi realizada a triagem dos pacientes e protocolos de medicação para casos necessários, além de testes rápidos para Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs), bem como testes contra Covid-19 e consultas de demanda médica, todas com orientações voltadas para a saúde dos custodiados.

O chefe da Unidade Penal de Paraíso, Leandro Oliveira de Sá, falou sobre a importância de ações voltadas para a saúde dos detentos: "A ação foi realizada graças a uma parceria com a Secretaria Municipal de Saúde e possui o intuito de orientar e instruir os presos, principalmente sobre como prevenir e tratar doenças relacionadas ao período de alta umidade", explicou.

A enfermeira Patrícia Bazilio, que realiza atendimentos na Unidade, pontua que a ação é de rotina e ocorre durante as quarta-feiras, todavia, há uma atenção maior em decorrência da atual situação com mais probabilidade de doenças gripais e pela Pandemia da Covid-19. "A saúde dos detentos deve ser constantemente acompanhada, porque eles vivem em um ambiente limitado, recluso, então doenças podem se espalhar de forma rápida. Para que isso seja tratado e evitado, realizamos atendimentos semanais com triagem, testagem e medicação também", pontuou.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Seu comentário aguardará aprovação antes de ser publicado no site

Sem Comentários