Taxa de mortalidade do coronavírus é mais alta em cidades pequenas no Tocantins

Lizarda, onde o único paciente confirmado acabou morrendo, aparece no topo do ranking. No estado, a taxa está em 2,1%.

Publicado em: 27 de Maio de 2020
Autor: G1 Tocantins
Fonte: G1 Tocantins

Os municípios com populações pequenas e no interior do Tocantins registram taxas mais altas de mortalidade pelo novo coronavírus que cidades maiores e a capital. A taxa estadual, segundo a Secretaria de Estado da Saúde está em 2,1%, mas nas cidades pequenas os índices ultrapassam 10% e em alguns casos podem ser até mais altos.

 

O ranking é liderado por Lizarda, município que fica na região do Jalapão. A situação da cidade é excepcional porque o único paciente confirmado com a doença acabou morrendo, o que deixa a taxa de mortalidade na cidade em 100%.

 

Situação semelhante é registrada na segunda colocada, Araguaçu, que teve dois casos confirmados e um deles acabou em morte. Embora as taxas sejam altas, isso não significa que haja problemas nos sistemas de saúde locais, justamente pelas condições excepcionais.

 

Já na terceira colocação aparece Araguatins, no extremo norte do estado. O dado oficial da Secretaria de Saúde é de 46 casos e nove mortes, mas o prefeito, Cláudio Santana, informou que o número de doentes subiu para cerca de 60 e que os dados serão atualizados nesta terça-feira (26).

 

Pelos dados já contabilizados, a taxa de mortalidade em Araguatins é de quase 20%. O prefeito explicou que a cidade teve uma situação excepcional, em que 7 dos nove óbitos foram em pacientes que chegaram para receber socorro já em estado muito grave. Os outros dois foram transferidos para unidades de alta complexidade em outras cidades, mas não resistindo.

 

De acordo com o gestor, para evitar que situações assim se repitam a cidade separou uma Unidade de Saúde apenas para casos de coronavírus e adquiriu dois respiradores para entubações de emergência. Os paciente graves estão sendo encaminhados para Araguaína, enquanto o hospital de Augustinópolis, referência para a região, não inicia os atendimentos de UTI.

 

As outras cidades que apresentam taxas de mortalidade acima de dois dígitos também são de pequeno porte e registram poucos casos. Os índices são idênticos em Barrolândia, Figueirópolis e Miranorte, 16,67%.

 

As cidades maiores e com mais casos registram os índices de mortalidade mais baixos. Araguaína, que lidera em números absolutos tanto em quantidade de casos como de mortes, registra a taxa mais baixa de todo o estado, com 1,08%. Palmas aparece na segunda colocação, com 1,21%.

 

Nesta segunda-feira (25), o ministro interino da Saúde, general Eduardo Pazuello, disse que na avaliação dele o efeito da pandemia do novo coronavírus em cidades do interior ainda está por vir. A declaração foi durante uma videoconferência realizada pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz).

 

“Nós temos o impacto das capitais e regiões metropolitanas. Esse impacto ele vai passar e nós vamos ter o espraiamento disso de alguma forma para o interior, e vamos ter que ter as estruturas que foram preparadas na capital e regiões metropolitanas para receber esse pessoal do interior que não tem as estruturas lá”, afirmou Pazuello.

 

Taxa de mortalidade do coronavírus nas cidades do Tocantins

  • Lizarda – um caso e uma morte - 100%
  • Araguaçu – dois casos e uma morte - 50%
  • Araguatins – 46 casos e nove mortes - 19,57%
  • Barrolândia – seis casos e uma morte - 16,67%
  • Figueirópolis – seis casos e uma morte - 16,67%
  • Miranorte – 12 casos e duas mortes - 16,67%
  • Augustinópolis – 23 casos e duas mortes - 8,70%
  • Aguiarnópolis – 12 casos e uma morte - 8,33%
  • São Miguel do Tocantins – 38 casos e três mortes - 7,89%
  • Axixá do Tocantins – 27 casos e duas mortes - 7,41%
  • Formoso do Araguaia – 17 casos e uma morte - 5,88%
  • Porto Nacional - 18 casos e uma morte - 5,56%
  • Tocantinópolis – 43 casos e duas mortes - 4,65%
  • Goiatins – 23 casos e uma morte - 4,35%
  • Paraíso do Tocantins – 73 casos e três mortes - 4,11%
  • Guaraí – 27 casos e uma morte - 3,70%
  • Xambioá – 66 casos e duas mortes - 3,03%
  • Gurupi – 79 casos e duas mortes - 2,53%
  • Sítio Novo do Tocantins – 45 casos e uma morte - 2,22%
  • Cariri do Tocantins – 49 casos e uma morte - 2,04%
  • Colinas do Tocantins – 51 casos e uma morte - 1,96%
  • Nova Olinda – 71 casos e uma morte - 1,41%
  • Palmas - 414 casos e cinco mortes - 1,21%
  • Araguaína – 1205 casos e 13 mortes - 1,08%

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.