Trecho da BR-226 tem ondulações e causa risco de acidentes de trânsito

Para fugir dos desníveis, alguns motoristas trafegam pela contramão e acidentes já foram registrados no local.

Publicado em: 08 de Setembro de 2020
Foto Por: Reprodução/TV Anhanguera
Autor: G1 Tocantins.
Fonte: G1 Tocantins.
Motoristas temem acidentes de trânsito em trecho da BR-226

Ondulações e riscos de acidentes. Esse é o cenário da BR-226, rodovia que liga o Tocantins aos estados vizinhos, Pará e Maranhão. No trecho, entre os municípios de Wanderlândia e Darcinópolis, já foram registrados acidentes de trânsito e as péssimas condições da estrada preocupam os motoristas. 

 

Para tentar fugir dos desníveis na pista, muitos condutores se arriscam trafegando na contramão e outros percorrem pelo acostamento. A pista é movimentada, o que deixa o local ainda mais perigoso.

 

O caminhoneiro Carlos Conceição trafega no trecho com frequência e conhece bem os problemas. "Tem que raspar a rodovia. Se não raspar vai morrer gente alí", disse.

 

O problema é antigo. Em fevereiro deste ano uma UTI Móvel tombou na via momentos após um paciente ser deixado no hospital.

 

No início deste ano o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) afirmou que constatou a necessidade de correções na pista e que um projeto de recuperação estava previsto para ser contratado até o fim do primeiro semestre. Mas nenhum serviço foi iniciado.

 

O professor Lin Siqueira também está preocupado com a situação da via. "Elevações que desestabilizam muito o veículo. Então constantemente você sente o veículo sendo lançado de lado", disse.

 

Ele disse que as condições da pista quase causaram um acidente. "Eu acabei de passar por um caminhão que me jogou para fora da pista e eu tive que dar sinal para outro motorista para não haver uma colisão. Acabei de passar por um susto", disse Lin Siqueira.

 

Além do risco de colisões e tombamentos, Ilson Lopes conta que os desníveis acabam causando prejuízos, como pneus que estouram.

 

O Dnit foi procurado para comentar a situação da pista e para falar porque as obras ainda não começaram, mas ainda não se posicionou.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.