Único candidato indígena do TO oficializa candidatura a prefeito com apoio de Marina

José Xerente (Rede) foi escolhido como candidato a prefeito de Tocantínia e Jean Bucar (PSL) a vice.

Publicado em: 14 de Setembro de 2020
Foto Por: Divulgação
Autor: Da Redação Divulgação
Fonte: T1 Notícias

A legitimação da candidatura a prefeito do único candidato indígena do estado do Tocantins ocorreu neste domingo, 13, na Aldeia Porteira, localizada a 18 km de Tocantínia. José Xerente (Rede) foi escolhido como candidato a prefeito de Tocantínia e Jean Bucar (PSL) a vice. O evento também compôs parte da formação da chapa do partido Rede Sustenbabilidade.

 

A chapa da sigla é composta por nove índios homens e três mulheres.

 

Marina Silva, líder do partido Rede e ex-candidata à presidência do Brasil nas últimas eleições, em 2018, declarou em vídeo que está muito feliz com o lançamento das candidaturas e as considera de suma importância para a política brasileira.

 

“É muito bom ver as comunidades indígenas participando do processo político, ajudando a melhorar a qualidade da política. Já não são mais os povos indígenas pedindo aqueles que não tem compromisso com eles, são eles que estão propondo para fazer algo e melhorar a vida no município de Tocantínia. Que vocês possam discutir saúde, educação, moradia, transporte, emprego, ética na política e participação popular”, enfatizou Marina.

 

De acordo com o presidente regional do partido, Fábio Ribeiro, as normas sanitárias estabelecidas no decreto municipal foram respeitadas, a fim de evitar aglomeração e a propagação do coronavírus. Foram realizadas aplicações de álcool em gel na comunidade, o respeito da distância social e o fornecimento de máscaras.

 

O presidente regional defende a candidatura de José Xerente a prefeito, pois acredita em uma política com maior representatividade para minorias.

 

“Sob a minha presidência, os indígenas, quilombolas, mulheres, jovens, povos de santo e de gênero terão muito mais do que apenas respeito, estas minorias se tornarão protagonistas e deixarão de figurar nos discursos enfáticos e hipócritas de quem há anos usa essas pessoas, mas não transforma a vida delas”, assegurou Fábio.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.