Vídeo mostra fogo consumindo pés de buriti em fazenda produtora de grãos no TO

Brigadistas usam caminhão-pipa e escavadeira para controlar o fogo, registrado na região de Talismã, localizada na divisa entre Tocantins e Goiás.

Publicado em: 04 de Setembro de 2020
Foto Por: Divulgação/Defesa Civil de Talismã
Autor: G1 Tocantins
Fonte: G1 Tocantins
Focos de foco espalharam pela vegetação seca

Brigadistas combatem, desde esta quarta-feira (2), incêndio em uma fazenda produtora de grãos, localizada no município de Talismã, que fica na divisa entre o Tocantins e o estado de Goiás, às margens da BR-153. Um vídeo feito no local mostra o momento em que as chamas consomem pés de buritis. Mais de 7 hectares da área foram consumidos, de acordo com o coordenador da Defesa Civil do município, João Carlos.

 

Quatro brigadistas do município de Talismã e outros quatro da fazenda Barra Mansa, produtora de soja e milho, trabalham no local. Eles usam caminhão-pipa, com capacidade para 22 mil litros de água, além de mangueiras, escavadeiras, bomba costal e soprador para conter as chamas.

 

João Carlos informou que os homens seguirão no local até a noite desta quinta-feira, já que a área é instável e apresenta risco.

 

Vídeos feitos pela equipe mostram o momento em que o fogo consome alguns pés de buritis. As chamas chegam a vários metros de altura. "Meu Deus, isso aqui vai voar fogo longe, com essas faíscas. Ficou difícil agora controlar, não vai ser fácil", diz um dos brigadistas.

 

As imagens mostram também que, ao mesmo tempo que a equipe conseguia controlar o fogo em uma determinada área, outros focos surgiram em outros lugares, por causa da ventania e da vegetação que está seca. O mês de setembro no Tocantins se caracteriza por apresentar tempo seco, com altas temperaturas, calor forte, baixa umidade, o que propicia o risco de incêndios florestais.

 

As máquinas pesadas foram usadas para jogar terra nas chamas. Além disso, o objetivo foi fazer aceiros para impedir que o fogo chegasse na rede elétrica.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.