Vídeo mostra produtor usando baldes com água para tentar apagar fogo e proteger fazenda em Palmas

Homem pega dois baldes e sai jogando água com a mão para evitar que focos se alastrem. Fogo surgiu na serra de Taquaruçu e se espalhou por causa do tempo seco e ventos fortes.

Publicado em: 03 de Setembro de 2020
Foto Por: Luiz Henrique/Corpo de Bombeiros
Autor: G1 Tocantins
Fonte: G1 Tocantins
Homem usa baldes para ajudar no combate ao fogo

Um vídeo mostra o momento em que um produtor rural usa dois baldes de água para ajudar no combate ao fogo, em Palmas. Nas imagens, o homem pega a água com a mão e vai tentando apagar os focos, com o objetivo de impedir que as chamas atinjam a fazenda e o gado.

 

A cena foi registrada pelo jornalista Luiz Henrique, assessor do Corpo de Bombeiros, nesta quarta-feira (2), quando os militares tentavam apagar o incêndio na Serra de Taquaruçu, distrito da capital. A queimada começou na última segunda-feira (31) e segue se espalhando por vários locais. O tempo seco, o intenso calor, a baixa umidade e os ventos fortes facilitam a propagação.


O fogo, que começou na serra, se espalhou. O vento lançou faíscas para o outro lado da rodovia estadual e atingiu a pastagem da propriedade, que aparece nas imagens.

 

O vídeo mostra quando o produtor, que não foi identificado, fecha a porteira do curral para proteger o gado, e sai apressado com dois baldes nas mãos para apagar as chamas. Ele diz, na gravação, que o fogo chegou "num piscar de olhos".

 

O bombeiro que aparece no vídeo disse que realizava o combate na serra e que em questão de cinco minutos, o fogo se espalhou para a propriedade que fica a alguns quilômetros do local e queimou toda a pastagem.

 

A fazenda é produtora de gado leiteiro e fica entre Taquaralto, setor sul da capital, e Taquaruçu. Na gravação, também é possível ver a fumaça ao redor do curral, onde estava o gado.

 

Segundo os Bombeiros, a equipe tem se dividido para controlar incêndios em várias partes da capital. Há também grandes focos, na saída para Lajeado; na Serra de Lajeado; em Taquaruçu Grande, numa região conhecida como São Silvestre onde ficam várias chácaras; no plano diretor sul da capital.

 

Na Serra do Lajeado, o fogo é combatido há cinco dias. De acordo com os Bombeiros, duas grandes áreas, entre as TO-020 e a TO-030, foram atingidas e tiveram a vegetação destruída. Um helicóptero do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (Ibama) ajuda no controle do incêndio.

 

Os bombeiros informaram que o incêndio na área começou no fim de semana. Nesta quarta-feira (2) os dois grandes focos se aproximam da sede do Parque Estadual do Lajeado. Eles afirmam que os fortes ventos dos últimos dias dificultam o controle das chamas e ajudam a espalhar o fogo.

 

Também nesta quarta-feira, o G1 mostrou que uma queimada de grandes proporções atingiu a área verde que se estende da Arso 61 até a Arso 74, elas também são conhecidas como as quadras 601 e 709 sul. O fogo consomiu a vegetação e não chegou a atingir casas.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.